Pages

Subscribe:

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA

RÁDIO WEB EM DOSE DUPLA
Tocando o Sucesso de Sempre

JOLUSI AM (Rádio Web)

domingo, 17 de novembro de 2013

Casal de escritores juvenis é recebido por centenas de fãs na Bienal

Por: Guilherme Reis*. Fonte: Ibahia.
Edição: Jorge Luiz da Silva
Salvador, BA (da redação Itinerante do Blog MUSIBOL)

Carolina Munhóz e Raphael Draccon falam sobre literatura fantástica nacional

Raphael Draccon e Carolina Munhóz falaram sobre literatura fantástica na programação juvenil do evento.

O penúltimo dia da Bienal do Livro da Bahia 2013, neste sábado (16), foi marcado pela cultura pop. Compondo a programação do 'Território Jovem', o casal de escritores Raphael Draccon e Carolina Munhóz trouxe mais de 300 jovens ao auditório Ubiratan Castro de Araújo (por falta de espaço, a apresentação precisou ser transferida para o local).

Com mais de 200 mil exemplares vendidos, Draccon, que se tornou conhecido pela série de romances fantásticos 'Dragões de Éter', falou de forma bem humorada sobre a recepção do público de Salvador: "O clima aqui é como em estreia de cinema, está em chamas (risos). E a recepção é maravilhosa como sempre, o povo baiano é muito carinhoso", diz.

Casados e morando no Rio de Janeiro, os escritores afirmaram, em entrevista ao iBahia, que o fato de morarem na mesma casa é ótimo para a profissão. "É muito gostoso ter uma pessoa que te entende, entende os seus horários, que final de semana é dia de trabalhar, que estar na Internet é trabalho também. E trocamos ideias, pensamentos para os próximos livros", conta Carolina, autora dos sucessos juvenis 'A Fada', 'O Inverno das Fadas' e do recém-lançado 'Feérica'.

Raphael, que até recentemente foi editor da esposa no selo Fantasy - Casa da Palavra, pertencente à editora Leya, brincou com a situação: "O chicote já é em casa mesmo. Se não estiver bom, já vai reescrever logo. Porque escrever é reescrever, não tem jeito. Nunca o tratamento que a gente faz em um texto está bom. E a profissão de escritor é muito solitária, você nunca sabe o que está bom; é preciso sempre uma pessoa ler", observa.

 Fãs se aglomeram na fila à espera do autógrafo dos autores

Depois de anos na Leya, no mês passado os autores anunciaram oficialmente sua migração para a Rocco, editora responsável pelos direitos de publicação da série Harry Potter no Brasil. Com essa nova etapa em sua carreira, Raphael, que também era coordenador do selo Fantasy, pretende dedicar-se integralmente à literatura - e também ao cinema, seu sonho desde a adolescência. "Tinha que escolher: ou o mercado editorial em si ou a área cinematográfica", declara.

Aos 25 anos de idade e com três romances publicados no currículo, Carolina começou a se interessar por literatura aos 12 anos, época em que teve o primeiro contato com a série Harry Potter. Sem amigos e alvo de bullying no colégio, ela conta que os livros da britânica J. K. Rowling foram fundamentais para superar aquele estado de espírito. "J. K. [Rowling] me influenciou de todas as formas. Tive uma infância muito triste, então Harry Potter foi minha referência".

No mês de agosto, Draccon causou polêmica na Bienal do Rio, ao afirmar que, nos dias de hoje, Rubem Fonseca não seria publicado. Mal interpretado, o escritor discorria sobre as mudanças ocorridas no mercado editorial, que obriga os autores a estabelecer um permanente canal de comunicação com os leitores. "O autor que não der a cara a tapa está fora do jogo. É preciso ir a feiras, eventos literários. O fato de sermos escritores faz com que nos comuniquemos com milhares de pessoas", analisa.

Fã do casal, o leitor Douglas Moura, 17 anos, viajou cerca de nove horas para ver os ídolos. Morador da cidade de Cansanção, a 340 Km de Salvador, o jovem afirma que a obra de Draccon abriu-lhe as portas para vários outros autores de literatura fantástica: "Conheci Draccon por meio de uma entrevista que ele deu a um programa na Internet. Logo depois comprei 'Fios de Prata' e me apaixonei pela história e pela vida dele. Depois disso, conheci outros autores, como o Eduardo Spohr".

'Traição Entre Amigas' - Outra presença ilustre neste sábado foi a escritora Thalita Rebouças. Com mais de um milhão de livros vendidos, a autora de 'Fala Sério, Mãe!' diz que se anima a cada passagem sua por Salvador: "Salvador é a cidade que mais amo vir autografar. Ganho muitos presentes, me sinto uma pop star. Isso é muito bacana". A mesa com Thalita, 'Traição Entre Amigas', título de um de seus livros, começou às 17h30, tratando de temas como amor, traição e amizade no universo adolescente.

*Com supervisão de Márcia Luz

0 comentários:

Postar um comentário

JOLUSI FM

JOLUSI FM
A rádio web que toca os sucessos de sempre.

JOLUSI FM

MAPA DE ACESSOS

ON LINE

On Line 1

TYNT

Total de Visitas

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS
DE SERRINHA PARA O MUNDO